Video da Semana

Corte no preço do 3DS sacrificou lucros da Nintendo

A Nintendo publicou recentemente o relatório financeiro referente ao primeiro semestre do atual ano fiscal, por onde a empresa anunciou estimativas negativas para o ano fiscal completo. Essa é a primeira vez nos últimos 30 anos que a Big N espera fechar o período no vermelho (US$ 200 milhões no vermelho, para sermos mais exatos).
O principal causador da perda, além de uma incoveniente valorização do Yen, foi o corte no preço do Nintendo 3DS. Satoru Iwata, CEO da empresa, confirmou que a decisão de abdicar dos lucros foi para gerar impulso para o portátil, que estava estagnado e perdendo para o rival da Sony, o PSP, no Japão. No entanto, o executivo se mostrou otimista em uma recuperação em 2012.
“Com relação ao atual ano fiscal, que termina em março de 2012, decidimos que aumentar as vendas do Nintendo 3DS é nossa maior prioridade, e de certa forma, ao fazer isso, sacrificamos nossa lucratividade para esse ano fiscal,” disse em uma sessão de perguntas e respostas com investidores publicada no site oficial da empresa.
“Concluímos que precisávamos fazer esse investimento grosso, em vez de focar apenas na lucratividade do atual ano, então pudemos tornar o Nintendo 3DS uma base importante para a Nintendo para os próximos anos.”
Iwata acrescentou que a companhia não deve tomar tão cedo medidas similares que causem prejuízos.
“Durante o ano fiscal que termina em março de 2013, estamos esperando a lucratividade do Nintendo 3DS aumentar significativamente. Em outras palavras, não estamos esperando uma situação onde vamos ter que expandir o hardware gerando uma grande perda nas vendas de hardware.”
“Enquanto pudermos criar um impulso suficiente, eu acho que vamos poder chegar perto de nosso curso normal de operações comerciais no próximo ano fiscal.”