Video da Semana

Sailor Moon: anime completa 20 anos

dia 7 de março, o anime de Sailor Moon completa 20 anos desde sua primeira exibição pelo canal japonês TV Asahi. Na época, o sucesso foi estrondoso e a série é considerada até hoje um dos maiores mahō shōjo de todos os tempos.
O anime narra as aventura de Serena Tsukino (Usagi Tsukino), uma estudante de 14 anos que tem uma vida normal até conhecer Lua (Luna), uma gata falante que revela a garota que ela é na verdade Sailor Moon. Ao longo da história, a protagonista tem a missão de encontrar a misteriosa Princesa da Lua, despertar o restante das sailors guerreiras e ainda lutar contra terríveis vilões.

A autora

Naoko Takeuchi, autora de Sailor Moon
Naoko TakeuchiNaoko Takeuchi pode ser definida como uma mangaká de uma única obra. Antes de criar Sailor Moon, a autora chegou a publicar alguns outros mangás, em sua maioria com apenas um volume e de pouca relevância. O reconhecimento chegou apenas com o lançamento de Codename wa Sailor V, que, devido à sua popularidade, levou a Kodansha a pedir uma continuação a autora, que seria a história de Serena e cia.
Em sua vida pessoal vale destacar o forte temperamento e o casamento com Yoshihiro Togashi, criador de Yu Yu Hakusho e de Hunter × Hunter. Em relação a prêmios, ganhou em 1993 o Kodansha Manga Award e no ano de 1985 o Nakayoshi Comic Prize for Newcomers por conta de Yume ja nai no ne, mais tarde compilado com outras história como Prism Time.                                  

Anime vs Mangá

Existem diversas diferenças entre o anime e mangá de Sailor Moon. É altamente recomendável ler a obra original. Algumas mudanças entre a versão animada e o quadrinho faz toda a diferença, mudando muitas vezes a personalidade dos personagens.
Se você assistiu apenas à série animada produzida pela Toei Animation, irá se surpreender com o mangá e terá a sensação de ser uma nova história. Algumas das diferenças, sem mencionar grandes spoilers, estão em Tuxedo Mask (Tuxedo Kamen) não lançar rosas, Ail e Ann serem personagens fillers do anime, a Serena (Usagi) e a Rei serem mais maduras, as Sailor Starlights terem maior destaque na série animada e, talvez o mais curioso, a Hotaru Tomoe (Sailor Saturno) ser um ciborgue.

O sucesso no Brasil

Em 1996, a Rede Manchete exibiu a versão anime de Sailor Moon e conquistou uma legião de fãs. Acompanhando o licenciamento na TV, também foram lançados diversos produtos e brinquedos (a maioria importada), mas que encalharam nas prateleiras das lojas. Mesmo com a forte audiência alcançada na TV, devido ao fraco desempenho comercial, a série animada não teve novas temporadas exibidas pela emissora da família Bloch. O retorno do anime aconteceu apenas em 2000, quando o Cartoon Network estreou a fase R e seguiu exibindo até a última temporada. O canal pago nunca transmitiu a fase clássica, que ficou restrita apenas aos telespectadores da década de 1990. A série também teve uma breve passagem pela Rede Record, todavia não repetiu o sucesso da primeira exibição em TV aberta.
A volta de Sailor Moon ao Brasil também foi marcada por muita polêmica. Por conta da mudança de estúdio, todo o elenco de dublagem da fase clássica foi substituído por novos atores e a qualidade de tradução, feita do espanhol, deixou a desejar. Curiosamente, algumas dubladoras da versão Gota Mágica também participaram da realizada pela BKS, mas interpretando novas personagens.
Em relação ao mercado de home video, o anime também não teve muita sorte. Alguns episódios chegaram a serem lançados em VHS e DVD pela FlashStar, mas pouco venderam. Em 2011, ainda houve uma segunda tentativa de lançar Sailor Moon em DVD pela novata CD & DVD Factory, porém, por conta de limitações contratuais, foi lançada apenas a fase S e não foi possível redublar os episódios.

Abertura dublada em português




FONTE: