Video da Semana

Os eSports movimentarão US$ 500 milhões em 2016, prevê Deloitte

Os eSports movimentarão US$ 500 milhões em 2016, prevê Deloitte

A fatia dos eSports continua crescendo no mercado de games internacional. Enquanto competições mundiais de League of Legends, Counter-Strike: Global Offensive e vários outros títulos continuam pipocando pelo mundo, as empresas de assessoria financeira continuam tentando prever o impacto do cenário na economia. E, se depender da Deloitte, a parte competitiva dos jogos eletrônicos pode movimentar até US$ 500 milhões em 2016.
Prevendo uma audiência anual de até 150 milhões de pessoas, a empresa de consulta financeira apresentou recentemente um relatório para expressar sua análise sobre o mercado. “Hoje em dia, um grande evento de eSport pode atrair 40 mil pessoas assistindo ao vivo, e ainda dezenas de milhares acompanhando por meio da internet”, lembrou o relatório oficial.
“Isso pode ser interpretado como se ‘os eSports fossem maiores do que o basquete’... Mas há muito menos eventos se comparado com os esportes tradicionais; o que significa que, em termos financeiros, os eSports ainda não estão trabalhando como as grandes ligas”, explicou.
Para apontar um parâmetro, a empresa também mostrou um gráfico para mostrar o desempenho financeiro dos eSports perto de outros esportes tradicionais. Você confere ele abaixo, com valores em bilhões de dólares.

A previsão da Deloitte ainda é considerada “tímida” perto dos relatórios de outras empresas de assessoria financeira. A SuperData, mais otimista, prevê que os eSports movimentarão até US$ 2 bilhões em 2018, visto que o crescimento dos torneios de games é considerável. A mesma empresa apontou que, no ano passado, o cenário movimentaria US$ 621 milhões.
Para justificar o seu lado, a Deloitte comentou que “muitos estão relacionando a popularidade dos conteúdos online sobre games com os eSports”, e isso estaria inflando demais os valores e as previsões dos games competitivos para os próximos anos.
“O conteúdo online mais popular não são as competições de elite entre gamers”, explicou o relatório. Eles relembram que boa parte do material sobre jogos na web relaciona-se com entretenimento e informação, principalmente com YouTubers famosos.
Apesar do relatório não apresentar o cenário tão forte como os otimistas esperam, a empresa fez boas previsões para os games competitivos. Segundo eles, o mercado crescerá em 25% para esse ano, saindo de US$ 400 milhões em 2015 para atingir os US$ 500 milhões neste ano. Eles relembram também que a maior parte das companhias de tecnologia ainda prestam muita atenção aos eSports, e isso pode oferecer ainda mais oportunidades para o cenário continuar crescendo nos próximos anos.

Fontes