Video da Semana

História: torneio internacional de CS:GO termina com final 100% brasileira




O final de semana trouxe muitas emoções para os brasileiros apaixonados por Counter-Strike: Global Offensive. A DreamHack Austin 2016 aconteceu entre a sexta-feira (6) e o domingo (8) nos Estados Unidos, trazendo uma premiação total de US$ 100 mil (aproximadamente R$ 352 mil) e a participação dos melhores jogadores do continente americano. E, pela primeira vez na história da franquia, uma final internacional foi disputada por dois times brasileiros.

A Luminsoity Gaming e a Tempo Storm seguiram até a grande final do evento após uma fase de grupos com muitas vitórias sobre as equipes norte-americanas. A Luminosity Gaming fechou em primeira colocação no grupo A, deixando para trás a Counter Logic Gaming e a Team Splyce. Do outro lado, a Tempo Storm se classificou para as eliminatórias após eliminar a NRG eSports e a Selfless Gaming.

Nos playoffs, a equipe liderada por Gabriel "FalleN" Toledo venceu a Team Liquid por dois mapas a zero, enquanto o capitão Ricardo "boltz" Prass conduziu o outro time brasileiro em uma vitória de dois mapas a um contra a Cloud 9.

Uma final entre duas equipes brasileiras nunca aconteceu em um campeonato internacional da série Counter-Strike

Na grande decisão, a Luminosity Gaming mostrou porque está entre os melhores do mundo e derrotou os compatriotas por dois mapas a zero. Mas, para mostrar a alegria de representar o país, os jogadores mudaram seus nomes dentro do jogo para homenagear os companheiros da outra equipe. Além disso, ambos os times levantaram a taça na hora da premiação.

Você confere as partidas logo abaixo, narrada em português pelo jogador Bernardo "BiDa" Moura.


Ambas as equipes levantaram a taça na comemoração

Uma final entre duas equipes brasileiras nunca aconteceu em um campeonato internacional da série Counter-Strike. Ambas as equipes integram atualmente a lista dos 10 melhores times de CS:GO do mundo segundo o site HLTV — especialmente a Luminosity Gaming na segunda colocação depois da vitória na MLG Columbus 2016.

Do outro lado, a Tempo Storm é formada pelos ex-integrantes da Games Academy, um projeto liderado pelo capitão da Luminosity. Eles atualmente entraram na elite do game por conta das suas conquistas nos campeonatos norte-americanos. No início de maio, a equipe nacional também subiu para a décima posição no ranking, representando ainda mais o CS:GO brasileiro no eSport internacional.

A Luminosity Gaming é representada no Counter-Strike: Global Offensive pelos seguintes jogadores:
Gabriel "FalleN" Toledo
Fernando "fer" Alvarenga
Marcelo "coldzera" David
Lincoln "fnx" Lau
Tacio "TACO" Filho

Enquanto isso, a Tempo Storm conta com os seguintes competidores de CS:GO:
Henrique "hen1" Teles
Lucas "lucas1" Teles
Gustavo "SHOOWTiME" Gonçalves
João "felps" Vasconcellos
Ricardo "boltz" Prass



Com a decisão finalizada, a classificação final da DreamHack Austin 2016 ficou da seguinte forma:
1º lugar: Luminosity Gaming, US$ 50 mil (aproximadamente R$ 177 mil);
2º lugar: Tempo Storm, US$ 20 mil (aproximadamente R$ 71 mil);
3º lugar: Team Liquid, US$ 10 mil (aproximadamente R$ 35 mil);
4º lugar: Cloud 9, US$ 10 mil (aproximadamente R$ 35).

Via TecMundo


Fonte(s)
Daily Dot


Imagen(s)
Twitter/Daily Dot