Video da Semana

Que história! Um homem recebeu o Xbox One sem querer antes do console sair



O site Business Insider publicou nesta quarta-feira (14) um relato bastante curioso sobre a época de lançamento do Xbox One, em 2013. Aparentemente, um consumidor norte-americano recebeu de forma totalmente acidental um protótipo do console em sua casa — e, para deixar a história ainda mais especial, isso aconteceu dois meses antes do console ser apresentado ao público.

Morador de Miami, Jia Li havia comprado na loja do site oficial da Microsoft um laptop comum e estava aguardando a entrega do pedido. O rapaz logo teve uma surpresa: a caixa era um pouco maior que a de um laptop comum. Dentro, nenhum computador portátil, mas sim "algo que nunca havia visto antes".

Reconhece?



Pois é: Li recebeu sem querer uma cópia de um protótipo do Xbox One, com a caixa cheia de adesivos de segurança. O console em si é de fato o aparelho, com a diferença de ter a metade branca e a outra composta por desenhos em preto-e-branco — um efeito "zebrado" bastante adotado por empresas para impedir que fotógrafos registrem produtos em teste.



Como é possível ver na foto acima, o produto estava sem controle, sem a câmera ou sensor de Kinect, mas vários cabos de energia estavam lá. Ao ligá-lo na TV, o consumidor só teve acesso a uma mensagem na tela: a logo "Kryptos", justamente um dos codinomes internos do Xbox One, junto com "Durango".
O que aconteceu?

Aparentemente, a confusão da Microsoft foi de fato um erro de logística da empresa, mas que só aconteceu porque ela adotou uma estratégia inteligente. Para evitar vazamentos internos de fotos, manuais e outras informações do Xbox One que prejudicariam a marca, a companhia estocou as unidades do console em um armazém comum, acessível a todos — o último lugar em que qualquer um procuraria ou esperaria que estivesse guardado o tal projeto "Top Secret".



É possível que a caixa do Xbox One tenha se confundido com uma entrega que estava em uma pilha próxima (ou seja, o notebook de Li) e enviada a um consumidor.

Para evitar vazamentos internos de fotos, manuais e outras informações do Xbox One que prejudicariam a marca, a companhia estocou as unidades do console em um armazém comum

O rapaz chegou a contatar o jornalista Ben Gilbert, que na época trabalhava para o site Engadget, e ele de fato notou que o código da caixa o levava a um setor confidencial do site da Microsoft. No fim das contas, Li entrou em contato com a empresa e recebeu a visita de um funcionário da marca. "Depois de algumas negociações", o sujeito recolheu o protótipo na casa do consumidor e o entregou duas coisas: um Xbox 360 novinho em folha e o laptop encomendado inicialmente.

Já pensou se isso tivesse vazado na época — ou se o console caísse em outras mãos?

Fonte(s)
Business Insider/Ben Gilbert


Imagen(s)
Business Insider

Comente com o Facebook: