Secondary Menu
Favoritos
Novidades

Games

Favoritos

Must Read

Tecnologia

Video da Semana

Campeão mundial deixa emprego como engenheiro para ser gamer profissional



O campeão mundial da EVO 2016 em Super Smash Bros. Melee, Juan "Hungrybox" Debiedma, anunciou na última quarta-feira (12) que está deixando o seu trabalho como engenheiro em uma empresa de papel nos Estados Unidos para focar completamente na sua carreira dentro das competições de eSport e de Super Smash Bros.
Com apenas 23 anos e formado em Engenharia Química na Universidade da Flórida, o norte-americano é apontado pela comunidade como o segundo melhor jogador do game de luta da Nintendo — rivalizando atualmente com o sueco Adam "Armada" Lindgren nas maiores competições de Smash Bros. Melee.
A decisão aconteceu depois dele se classificar em quinto lugar no torneio The Big House 6, que aconteceu entre os dias 7 a 9 de outubro na cidade de Dearborn, nos Estados Unidos, e com a presença dos melhores competidores do país. Desapontado com o resultado e com as constantes viagens por conta do trabalho, Hungrybox resolveu deixar o emprego para focar profissionalmente ao jogo a partir de agora. O anúncio aconteceu na quarta-feira durante a sua transmissão ao vivo no TwitchTV.
Hungrybox durante a sua vitória no EVO 2016 contra Adam "Armada" Lindgren


Mas o game não será o alvo completo das suas atenções. Segundo o próprio jogador, ele também aproveitará o tempo para estudar programação e aprender a desenvolver aplicativos. No futuro, ele também aspira por uma vaga como desenvolvedor dentro do próprio TwitchTV.
Desde o início da sua carreira profissional, Hungrybox conquistou cerca de US$ 117 mil com as competições de Super Smash Bros. Melee, o equivalente a R$ 373 mil em uma conversão atual. Ele também representa a Team Liquid, uma das organizações de eSport mais conhecidas na América do Norte e que recentemente foi comprada por investidores famosos no cenário de basquete dos Estados Unidos.
E você, o que achou dessa troca curiosa de empregos?

Fonte(s)


Comente com o Facebook: