Video da Semana

Como ser um gamer profissional e ganhar dinheiro por isso? Parte III


Takashi Nishiyama - Criador do Street Fighter I


GAME TESTER

Antes de qualquer jogo ser lançado, ele passa por uma bateria de testes longa, visando identificar bugs, analisar a jogabilidade, história e muitos outros elementos de um jogo. Não pense que isso é tão legal assim. Testar um jogo consiste em fazer o mesmo pulo ou corrida em uma parte específica do cenário por mais de 30 vezes seguidas, explorar todos os cantos possíveis e fazer o que ninguém tinha pensado ainda com o personagem e, acima de tudo, saber reproduzir o defeito ou bug para o programador do jogo. É algo exaustivo e que vai te deixar muitas vezes com raiva daquele jogo, até mesmo frustrado. Além disso, você precisará manter sigilo absoluto sobre os detalhes do game, sob risco de demissão e até processos.

Conhecimentos necessários: avançado em jogos e observação analítica. Conhecimentos em programação e gestão de pessoas intermediários. Conhecimentos em finanças e trabalho em grupo básicos. Muita paciência e resistência.

Remuneração: um jogador de testes começa ganhando algo em torno de R$2.000,00 ao mês, dependendo da quantidade de horas trabalhadas. Normalmente, ele é contratado por trabalho ou por jogo, com contratos fechados. Mostrando um bom desempenho e com habilidades de liderança, facilmente você poderá pegar o posto de chefe de testes, onde os ganhos podem chegar a mais de R$10.000,00 mensais.

Recomendações: se você quer se envolver com as empresas de jogos com suas habilidades gamer, essa é uma boa porta de entrada. Lá dentro você ainda pode seguir outras carreiras, caso não queira ser um jogador de testes para o resto da vida. Muitos reclamam que essa vida não é muito recompensador, mas se você souber viver bem com ela, você faz dessa uma boa profissão.

PROGRAMADOR DE JOGOS

Boon Tobias - Criador do Mortal Kombat
Suponhamos que você seja um jogador mediano. Sua equipe consegue uma certa projeção. Você quer seguir carreira no mundo dos jogadores e não consegue estar entre os melhores. Para contornar isso, você pode começar a estudar um pouco de programação e começar a trabalhar no desenvolvimento de jogos. Nesse ramo, uma pessoa ainda precisa jogar muito para aprender novos estilos de jogo, design de cenários e personagens e muitas outras coisas necessárias a um bom programador. Em alguns casos, excelentes jogadores optam por essa carreira.

Conhecimentos necessários: expert em programação. Conhecimentos em jogos e trabalho em equipe intermediários. Conhecimentos financeiros e de networking básicos.

Remuneração: essa é a carreira que tem os melhores salários. Começam em R$2500,00 para um bom programador iniciante e chegam a mais de R$12.000,00 para programadores chefes de estúdios ou equipes.

Recomendações: fazer a programação de um jogo sozinho pode te deixar louco. Sempre trabalhe em equipe e continue estudando. Esta é a mais acadêmica das carreiras para um jogador profissional. Para promoções ou vagas de emprego, você irá perceber que será necessário um pouco de politicagem.

NARRADOR/COMENTARISTA DE JOGOS

William Gordox - Narrador de League of Legends
Para todo campeonato, existe um narrador e um comentarista. Eles normalmente sabem o suficiente para produzir o conteúdo certo para a audiência. Se você não tem a disciplina de treinos que um gamer profissional precisa e sabe fazer comentários válidos quando seus amigos estão jogando, sendo até um pouco engraçado, essa é sua melhor opção

Conhecimentos necessários: avançados em networking e comunicação. Conhecimento em jogos intermediário. Conhecimentos em trabalho em grupo e comédia básicos.

Remuneração: o salário é pouco e depende muito do evento ou eventos que a pessoa participar. Inicia em R$1.000,00 e pode chegar a uns R$5.000,00 por apresentação.

Recomendações: você precisa saber se vender, conhecer as pessoas certas, expor você mesmo na internet. Faça vídeos de jogos com os amigos e narre de forma engraçada. Construa um portfólio. Seja profissional e organizado, coisa que poucos nesse ramo são. Isso vai trazer mais contatos, respeito e muitas oportunidades de trabalho.

REDATOR/CRÍTICO DE JOGOS

Zangado Games - Youtuber Gamer

Todo jornalista do mundo dos jogos é um tipo de jogador profissional. Eles testam jogos, revisam, jogam jogos antigos, fazem vídeos, comentam sobre eles, só não participam de campeonatos, mas escrevem sobre as competições. Boa carreira para quem não quer arriscar apenas nos campeonatos ou não gosta muito de programação. Nas maiores revistas, blogs e sites sobre o assunto, é possível ganhar acesso exclusivo a algumas coisas, como eventos e vários brindes, além de obter jogos de graça. Vale bastante a pena.

Conhecimentos necessários: avançados em comunicação e jogos. Conhecimentos em networking e trabalho em equipe intermediário. Conhecimentos em programação e edição de textos e imagens básico

Remuneração: um jornalista ou blogueiro normalmente começa trabalhando de graça, escrevendo artigos para incrementar seu currículo. Com um portfólio bem rico e artigos de boa qualidade, um redator ou crítico pode começar facilmente com um salário de R$1.500,00 e chegar a mais de R$7.000,00, dependendo do meio para o qual estiver escrevendo e o acesso do público aos seus artigos.

Recomendações: escrever para portais é um bom começo. Esteja sempre aberto a críticas e não fique reclamando demais quando um editor te pedir um monte de correções ou mudar muitas de suas palavras. A intenção é fazer com que o artigo tenha a cara do site, blog ou revista para o qual ele foi escrito. Saiba aceitar feedbacks e buscar melhorar em cima de cada crítica.

Eurogamer.pt - Portal de Noticia de Games
Estas são apenas alguns exemplos de carreira para um jogador profissional. Existem muito mais opções e listamos apenas as cruciais para começar sua vida profissional nesse ramo. Não garantimos que você irá nadar em dinheiro: isso depende exclusivamente de você.


Postaremos o restante da matéria espero que gostem.

Baseado em no site nerdup.com.br

Comente com o Facebook: